www.jardineirasdeplantao2.blogspot.com


quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Dicas para o recesso




Porta-Chave com lindas mensagens espíritas. Você pode ir à marcenarias que costumam jogar fora esses retalhos de madeiras finas. Fizemos colagem com caixa de ovos e os ganchinhos para as chaves são 0,20 centavos cada.




Um dia de alegria cristã com contação de histórias. Sempre costumamos convidar amigos nossos de outras casas para nos presentear com a participação. Agradecemos muito a eles que estão sempre disponíveis.




É muito importante a criança se sentir pertencente, importante e capaz de  fazer. Dia de oficinas diversas: Música, pintura em tecido e jardinagem. 


Oficina de íma de geladeira também foi muito interessante. Disponibilizo os arquivos sem problema. Foram emplastificados e por trás são cartões de crédito velhos e descartaveis.

Esse é o nosso novo cantinho da leitura!!! Tudo reciclado! Pallets velhos e caixotes. Esse período também é ótimo para reorganização dos espaços, planejamento com a equipe, matrículas e visitas para não perder o vínculo com as famílias.


Férias no Centro Espírita?

1 – Há Centros Espíritas que fecham as portas nas férias escolares, interrompendo suas atividades. É razoável?

É lamentável. Entendo que o Centro Espírita deve funcionar em três níveis básicos: hospital, escola, oficina. A escola e a oficina podem entrar em férias. O hospital, jamais!
2 – Hospital?

Da alma. Desajustes físicos e psíquicos que nos perturbam podem ser amenizados com os recursos mobilizados pelo Centro Espírita: passe magnético, água magnetizada, entrevista fraterna, palestras doutrinárias, orientação literária… Deve ser trabalho permanente, sem pausas, sem solução de continuidade.

3 – Como definiríamos a escola?

A escola no Centro Espírita está representada pelos cursos ministrados aos interessados, focados nas obras básicas e complementares da Doutrina Espírita e em roteiros elaborados pelos órgãos de unificação. 

4 – E a oficina?

Seriam as atividades no campo filantrópico, o atendimento à população carente, de importância fundamental, porquanto representam não apenas o exemplo que o Centro Espírita deve oferecer, mas, também, a oferta de oportunidades aos frequentadores de exercitarem a caridade, o melhor recurso em favor de nosso bem-estar.

5 – Dirigentes que fecham o Centro nas férias escolares alegam que os próprios voluntários saem de férias e não há quem sustente o serviço.

Em primeiro lugar é preciso definir se esses dirigentes não são autocratas, se não o fazem por conveniência própria, ao saírem de férias, imaginando que sem eles o Centro não pode funcionar. Se a resposta é negativa, não vejo por que interromper o serviço, já que não saem todos de férias ao mesmo tempo, nem todos viajam, nem todos viajam ao mesmo tempo. 

6 – E no Centro Espírita Amor e Caridade, de Bauru, do qual você participa?

O CEAC tem 91 anos. Ainda que com a redução de voluntários, no final do ano, jamais interrompeu as reuniões públicas, em época alguma. Imaginemos um faroleiro entrando em férias e desligando o farol, deixando navios se arrebentarem nos recifes. Imaginemos quantos “navegantes” dos mares agitados da Terra arrebentam-se nos recifes do desespero e do desajuste, porque o “faroleiro espiritual” entrou de férias.

7 – Consideremos, hipoteticamente, que todos os servidores do Centro entrassem em férias simultaneamente. Como sustentar o serviço?

Aqui é preciso considerar o grau de envolvimento do servidor com sua tarefa. Sempre haverá companheiros que, embora de férias, podem participar das atividades do Centro, a não ser que conjuguem férias profissionais com férias no serviço espiritual. A obrigação profissional pode cansar o homem, mas o serviço espiritual será sempre o alento da alma. Nesse particular, quem se cansa de servir, está mal servido de ideal.

8 – Em relação aos festejos carnavalescos há Centros Espíritas que suspendem reuniões públicas e reuniões mediúnicas, sob a alegação de que o ambiente fica muito pesado.

Estão equivocados. Nesses períodos mais conturbados, em que o hedonismo, a busca de prazer toma de assalto as multidões, favorecendo influências espirituais perturbadoras, precisamos de grupos voltados para os valores espirituais, sejam católicos, evangélicos, budistas, espíritas, adeptos conscientes e sinceros de qualquer religião. Quando se estendem as trevas, é imperioso sustentar a luz.

Richard Simonetti

sábado, 23 de dezembro de 2017

Confraternização Temática: O Verdadeiro Sentido do Natal VI - 2017

Trabalho Maria de Nazaré
Centro Espírita Augusto Elias da Silva
Confraternização de Natal 2017 – Prática Assistencial no Lar de Idosos

Data: 17/12/17
Local: Lar de Idosos
Responsável: Todos os trabalhadores, colaboradores, assistidos, crianças e jovens.
Objetivos:
- Exaltar a figura de Jesus, que é o caminho, a verdade e a vida, compreendendo que o verdadeiro sentido do Natal que é a doação pessoal.
- Confraternizar com os idosos do lar refletindo em torno de nossos problemas e dificuldades que são mínimos em relação ao de muitos infortúnios ocultos: abandono, tristeza e depressão.
- Promover o assistido à condição de assistir aquele que mais precisa.

Programação da Atividade de Prática Assistencial no Lar de Idosos:

• 08:00 às 08:20 – Música e Prece. Reunião de acolhimento no Centro Espírita para maiores esclarecimentos e orientações quanto à visita ao Lar de Idosos. Distribuição dos nomes do Amigo Oculto especial e divisão das equipes para Escuta Sensível. Lembretes importantes para todos em relação aos cuidados que devemos ter durante a visita:
1. Estar sempre entrosado com o grupo de trabalhadores e idosos, sempre em vibração harmoniosa e em prece.
2. Manter conversas edificantes evitando perguntas sobre os familiares dos abrigados ou prometer objetos e presentes.
3. Apenas recolher frutas do local, quando for autorizado, ao final da atividade, mantendo a limpeza do local e higiene.
4. Evitar fumar no local da atividade.
• 08:20 às 08:50 – Deslocamento para o local da prática assistencial.
• 08:50 às 09:20 – Distribuição de crachás previamente preenchidos, música e prece, café da manhã para todos. Recolhimento do lixo descartável.
• 09:20 às 09:50 – Boas vindas. Alegria Cristã: Jorge Bruno e equipe de músicos da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, do Gama: Rainan e equipe que fizeram a diferença nesse nosso evento desse ano, um show de músicas dançantes e convidativas. Nosso agradecimento especial a vocês!!! Ano que vem tem mais!!!


• 10:10 às 10:50 – Momento de Escuta Sensível já preparando para o amigo-oculto. Conversa fraterna com todos que já foram previamente definidos, bem como os demais idosos do local.

• 10:50 às 11:20 - Conversa sobre o Natal com Jesus – Cíntia Padilha.

• 11:20 às 11:40 - Amigo-Oculto Especial: Os trabalhadores, crianças e jovens, das equipes já traçadas, vão entregar para cada idoso (uma camisola ou uma camisa gola polo). (No momento a instituição possui 21 internos.) Ver orientações sobre como realizar o Amigo-Oculto-Especial aqui nas postagens do no nosso novo blog: www.jardineirasdeplantao2.blogspot.com











• 11:40 às 11:50 – Apresentação dos Trabalhadores: Natal todo dia!! Balé: Ave Maria com o grupo do Samaritano infantil.




• 11:50 às 12:40 – Prece de Encerramento . Almoço coletivo.
• 12:50 às 13:10 – Deslocamento de retorno para o Centro Espírita.
• 13:10 às 13:20 – Pausa para beber água, ir ao banheiro e avaliação da nossa prática assistencial do dia e prece.
• 13:00 às 13:20 – Entrega das lembranças para as crianças e jovens nas salas de aula e arrumação geral.

* Obs: Providências a serem tomadas para o Lar de idosos:
- hinários, cd´s harmônicos, regionais, aparelhagem de som e microfone.
- lembranças: Edson e Lenir para o Amigo-oculto-especial.
- lanche: bolos, pães de queijo, suco, pratos e copos descartáveis.
*Equipes de trabalho:
Coordenação da prática assistencial: Edson de Holanda e Antônio Cardoso
Comissão de Alegria e cobertura fotográfica do evento: Lenir, Jorge Bruno e demais trabalhadores
Comissão de Disciplina: Antônio, Willamis, Mário.
Comissão da Cozinha: Edson, Silvani, Edna e Guete.
"Em nome do amor fraternal, Madre Tereza superou obstáculos tidos como intransponíveis, para ajudar aos irmãos de Calcutá, e fez-se respeitada no mundo inteiro. São dela estas palavras:
“Não deixe ninguém vir a você sem partir melhor ou mais feliz.

Seja a expressão viva da bondade de Deus: bondade em sua face, bondade em seus olhos, bondade em seu sorriso, bondade em seu caloroso cumprimento.”

Celebridades da Nossa Prática Assistencial 2017

Nossa confraternização de Natal é sempre mágica e emocionante pois Natal é amor, partilha, doação pessoal. Como sempre vamos para o Lar de Idosos a 6 anos. Eles já nos esperam e as crianças também já ficam felizes quando avisamos que vamos realizar essa prática assistencial.